Ainda não há comentários

ANAFIMA busca regulamentação do som automotivo e pancadões junto à Prefeitura de São Paulo

ANAFIMA busca regulamentação do som automotivo e pancadões junto à Prefeitura de São Paulo

Em um movimento inédito, a Associação Nacional da Indústria da Música, através do seu Conselho Brasileiro do Som Automotivo (ANAFIMA CBS), se reuniu com o Secretário de Promoção da Igualdade Racial, Antônio Pinto, responsável pela coordenação do movimento funk e pancadões de som automotivos na cidade de São Paulo.

“Tivemos muitas reclamações nas Sub-Prefeituras pela forma desorganizada que os produtores vinham atuando”, explica o Secretário.

Em parceria com a ANAFIMA e as produtoras de eventos, a Secretária de Promoção da Igualdade Racial, está coordenando uma ação que permita a realização dos eventos em áreas destinadas para este fim e não criminalize os proprietários de som automotivo, como vem ocorrendo em cidades menores.

“É uma solução que permite que se gere uma economia sobre estas atividades, contempla a cadeia produtiva, respeita as comunidades e mantém os empregos das fábricas dos equipamentos de som automotivo, do setor de serviço”, enfatiza Daniel A. Neves, Presidente da ANAFIMA.

“Nossa campanha é de conscientização para que o poder público de todas as cidades sigam o exemplo de São Paulo para abrir diálogo e trabalhar de forma profissional o impacto sócio-economico destes movimentos”, explica Neves.

A indústria do som automotivo e dos pancadões movimenta mais de 20 mil trabalhadores em todo o País, para a ANAFIMA, o respeito à sociedade deve vir em primeiro lugar, mas o diálogo e o entendimento sobre o aspecto cultural e econômico destas atividades também devem ser respeitadas e o uso da policia indiscriminadamente deve ser evitado.

A Secretaria de São Paulo prevê que, em 2015, a criação de diversos espaços destinados aos eventos, inclusive o Autódromo de Interlagos, além da profissionalização das produtoras.

Publicar um comentário